BLOG

Materiais e Notícias
sobre o nosso mundo

Category filter:AllArtes PerformativasArtes VisuaisLeis de IncentivoMúsicaProdução Cultural
Por enquanto é isso… ;-)
mostraaf.jpg

27 de dezembro de 2020

A Mostra AF de Cinema apresenta, anualmente, um recorte da produção francófona clássica e contemporânea. As sessões, sempre gratuitas, acontecem em locais como o Cinema do Centro Integrado de Cultura e a Fundação BADESC em Florianópolis. Além disso, cineclubes de universidades e centros culturais de outras cidades em Santa Catarina também podem receber a programação.

Apoio da Cinemateca da Embaixada da França no Brasil

Esta mostra tem sua programação viabilizada a partir de uma parceria com a Cinemateca da Embaixada da França no Brasil. Esta instituição possui um acervo de filmes disponíveis para exibições públicas não comerciais e estabelece parcerias com instituições interessadas em divulgar o cinema francês.

Referência e proximidade cultural

Nada como a produção cinematográfica para aproximar culturas e tradições. E quando se fala em França, o cinema logo vem à mente, já que o País é uma referência internacional, com uma produção abrangente e de sucesso em todos os gêneros. E é exatamente com este propósito que a Mostra AF de Cinema.

Alguns destaques  da Programação

Entre os filmes que estiveram na programação de 2018, pode-se destacar o atual, realista e interessantíssimo Petit Paysan (O pequeno Fazendeiro), de Huber Charuel, vencedor do César de Melhor Primeiro Filme em 2017, que teve sua primeira exibição em Santa Catarina na Mostra. O elogiadíssimo Wùlu, “gangster africano” dirigido pelo diretor estreante franco-malinês Daoda Coulibaly, e os clássicos Le Mépris (O Desprezo) de Jean-Luc Godard e Le Salaire de la Peur (O Salário do Medo), de Henri-Georges Clouzot. A animação e crítica social baseada em HQ, Aya de Yopougon (Aya), de Marguerite Abouet e Clément Oubrerie, o documentário Swagger, a biografia musical Barbara, a comédia Ciumenta, de David Foenkinos, além dos dramas Une Vie Violente (Uma vida violenta) e A peine j’ouvre les yeux (Assim que abro meus olhos).

Já em 2019, a seleção apresentou filmes  que evidenciam temas sociais e muito atuais – na França, mas com eco também no Brasil e no mundo: o poder político, a integração, a diferença, a luta por direitos. A curadoria é assinada pela Aliança Francesa Florianópolis em parceria com a Fundação Cultural Badesc a partir do acervo do Institut Français. — A programação mostra várias facetas da sociedade francesa. Do mundo político até a escola pública, passando pela legalização do casamento entre casais do mesmo gênero. Além de mostrar uma realidade de uma sociedade em movimento, também remete à história da França, marcada pelas imigrações e lutas sociais. Na verdade, não é possível entender uma sociedade sem conhecer o seu passado, a sua história — afirmou Solène Leblanc-Maridor, diretora da Aliança Francesa de Florianópolis, no lançamento da Mostra. Outra temática que despontou em três filmes deste ano — À voix haute: la force de la parole, M e Le Poulain é a da voz, do discurso, da forma de falar. — Esse tema tem um sentido especial para Aliança Francesa, que além da programação cultural é um centro de aprendizagem da língua. O que revela a nossa forma de falar? A língua como vetor de emancipação, de exclusão ou de manipulação? — questionou Solène.

Outro destaque foi Le Poulain. Lançado em 2018, o filme é uma comédia ambientada nos bastidores da campanha política na França. O protagonista Arnaud (Finnegan Oldfield), um jovem de 25 anos, sem qualquer experiência profissional ou em política, entra para a equipe de campanha de um candidato à eleição presidencial francesa. Ele fica fascinado pelas técnicas e meandros desse mundo, assim como por Agnès (Alexandra Lamy), a diretora da campanha especialista em comunicação política e que não hesita em virar a casaca se isso servir ao próprio interesse. O diretor, Mathieu Sapin, usou a experiência que ganhou com políticos como François Hollande ou Emmanuel Macron como inspiração — mas garante que a obra é ficção e não tem nada a ver com a experiência pessoal. Sapin, aliás, é conhecido pelo trabalho como autor de história em quadrinhos e o filme é a sua estreia como diretor de cinema.

Mostra AF de Cinema

Organização e Produção: Marte Cultural
Realização: Aliança Francesa de Florianópolis, Secretaria Especial da Cultura, Ministério da Cidadania e Governo Federal

Seja um Patrocinador
Acessar a página do Projeto 

weli.jpg

22 de dezembro de 2020

Vem aí o primeiro Festival de Luz de Santa Catarina.  A ideia do evento é contribuir para que o estado se torne, cada vez mais, um centro reconhecido pela pesquisa, circulação e desenvolvimento de trabalhos dedicados à relação entre artes visuais, tecnologia e cidade. Contando com o desenvolvimento e exibição de obras de arte que utilizem as novas mídias como ponto  de partida e os problemas do mundo contemporâneo como fontes de inspiração e reflexão, o projeto irá explorar a projeção de luz nos mais variados formatos (site specific, live cinema, performances audiovisuais, video mapping, instalações de LED, etc).

Ao redor do mundo, têm se tornado cada vez mais populares e encantadores os festivais de luzes. Cidades como Nova Iorque, Amsterdam, Berlim, Frankfurt, Bruxelas, Lyon, Sydney, São Paulo e Rio de Janeiro, têm apresentado espetáculos visuais surpreendentes que combinam arte, tecnologia, ciência e arquitetura. Em alguns eventos, belas obras lúdicas e surreais guiam e interagem com o visitante ao longo de um percurso de experiências emocionais e sensoriais em um verdadeiro show de cores e formas e, em alguns casos, sons.

Eventos desta natureza têm um enorme potencial de ressignificar monumentos, prédios e pontos importantes dos locais onde são realizados, dando a eles novos ares e restabelecendo o vínculo das pessoas com a cidade. Com aspecto singular de diversidade, estes festivais são um verdadeiro espaço de encontro experimental para a criação e troca, com o seu pensamento inovador no campo das artes audiovisuais. As apresentações em grande escala, em praças e prédios públicos, oferecem aos visitantes a chance de se deparar com novas interpretações dos espaços familiares e descobrir lugares menos conhecidos na cidade, além de reconfigurar olhares sobre nossa paisagem urbana, levando a arte para espaços inimagináveis, de forma lúdica e com conteúdos relevantes.

Disruptura

Em sua primeira edição, o festival estará aberto a receber obras com interpretações artísticas e inventivas em torno do tema “disruptura.” Ato de romper, de interromper o curso natural, a disrupção de um processo também pode significar altas doses de perturbação. As disrupturas muitas vezes são vistas como inconvenientes, mas em outras tantas são essenciais para transformação e superação de processos ultrapassados ou
prejudiciais. O We Light Floripa convida artistas a representarem rupturas necessárias, explorando criativamente este conceito em suas
obras, seja através de formas figurativas ou poéticas intrigantes, com ou sem uso do som, de forma a despertar no público interrogações
pertinentes sobre o mundo em que vivemos.

Conteúdo
  • Projeções Mapeadas em grande formato
  • Live Cinema
  • Mostra de Videoarte e Vídeo experimental
  • Instalações e esculturas de Luz
  • Apresentações audiovisuais
  • Oficinas e workshops

Observação: Imagens meramente ilustrativas.

We Light Floripa. O primeiro Festival de Luz de Santa Catarina.
Idealização, Organização e Produção: Marte Cultural

Seja um Patrocinador
Saiba mais sobre festivais de luz

senior.jpg

22 de dezembro de 2020

O projeto Sessão Sênior de Cinema promove experiências únicas e o acesso gratuito ao universo lúdico dos filmes para pessoas da terceira idade. Tendo em vista que a partir dos 60 anos, de maneira geral, a renda das pessoas diminui e os gastos, especialmente com remédios, só aumentam, é essencial que o governo e a sociedade planejem e executem  alternativas acessíveis de entretenimento para esta camada tão especial de cidadãos.  Com temporadas anuais, o projeto oferece uma programação que busca despertar boas lembranças e um sentimentos positivas através do universo lúdico dos filmes. Além disso, a ação visa melhorar a qualidade de vida e a sociabilidade dos participantes através de uma atividade cultural que pode ser vivida em conjunto com familiares e amigos.

Qualidade de vida na terceira idade

Atualmente, a qualidade de vida na terceira idade tem sido motivo de amplas discussões em todo o mundo. Existe, entre os especialistas, uma grande preocupação em preservar a saúde e o bem-estar global dessa parcela da população para que tenham um envelhecer com dignidade.  Esta questão ganha ainda mais relevância quando pensamos que o envelhecimento populacional é um fenômeno mundial e, anualmente,  esse processo se torna maior nos países em desenvolvimento, podendo ocorrer um aumento de até 300% no número de pessoas idosas, especialmente na América Latina, de acordo com uma pesquisa do jornal inglês International Journal of Epidemiology.

Especificamente para os idosos, as atividades de lazer vão melhorar sua saúde em vários aspectos. Do ponto de vista físico, podem propiciar fortalecimento do sistema imunológico e uma melhora da mobilidade, flexibilidade, equilíbrio corporal e força muscular. No aspecto mental, que é o que nos interessa nesse projeto, vão melhorar a memória, o raciocínio e a velocidade do funcionamento e do metabolismo cerebral como um todo. No aspecto emocional, diminuem a tendência ao isolamento e à depressão, situações infelizmente bastante comuns na terceira idade, através de uma melhora nos relacionamentos interpessoais, com a possibilidade de formação de uma ampla rede social e de amigos. 

Inspiração em Nova Iorque

Referência em programas sociais atualmente, a prefeitura de Nova Iorque mantêm programas um programa de cinema para a terceira idade, se utilizando de um equipamento pouco utilizado, por ser estritamente comercial, para gerar experiências únicas que ajudam as sua população idosa a manter a saúde mental, vivenciando uma atividade de lazer que só traz benefícios, como é o caso do cinema. 

Edições de 2017 e 2018 foram um sucesso de público

Como experimentação para um projeto maior, realizamos 2 temporadas do projeto em Florianópolis. Ao todo, foram mais de 30 sessões abertas ao público que atingiram uma taxa de lotação superior à 85%. Além disso, foram realizadas mais de 20 sessões especiais de cinema em casas de acolhimento de idosos e um cineclube em parceria com o Núcleo de Estudos da Terceira Idade da Universidade Federal de Santa Catarina.

O futuro do Sessão Sênior de Cinema

Com a experiência adquirida e a demanda cada vez maior deste tipo de ação, e tendo em vista que o cinema é o produto cultural mais desejado dos brasileiros, o projeto está em fase de captação de recursos para iniciar uma atuação em várias capitais do país. Esperamos trazer novidade muito em breve.

Sessão Sênior de Cinema
Idealização, Organização e Produção: Marte Cultural

Seja um Patrocinador
Acessar a página do Projeto no Facebook 

panorama.jpg

22 de dezembro de 2020

No cinema de hoje em dia já é costume vermos mais e mais blockbusters sendo lançados aos montes. Na maioria das vezes, são filmes realizados com o único propósito de arrecadar o seu “capital” e encher os bolsos dos grandes estúdios. Sendo assim, não seria errado afirmar que o cinema já está deixando de ser a Sétima Arte para se tornar um mero veículo de arrecadação.

O uso da tecnologia 3D é prova disso, visto que, até agora, só tem sido usada para chamar a atenção do público pouco exigente, que se preocupa apenas com a experiência que será vivida, e não com a qualidade da obra em si. Felizmente, as exceções sempre existem, e no cinema, podemos encontrar diversas visões e escolas alternativas que realmente produzem um cinema de qualidade.

O objetivo principal da Mostra Panorama Cine Arte é promover a formação do olhar para essas outras possibilidades cinemáticas, realizando sessões  gratuitas, com filmes que nos últimos anos ganharam destaque em alguns dos principais festivais do mundo. Sendo assim, o projeto busca democratizar o acesso à diferentes vertentes cinematográficas que não estejam cotidianamente presentes na televisão ou mesmo nas salas de cinema brasileiras.

O cinema como intercâmbio e aprendizado

A  programação da Mostra Panorama Cine Arte encara o cinema como ferramenta de intercâmbio e aprendizado, colocando os “holofotes” sobre as diferentes culturas e linguagens cinematográficas. Com participação de diversos gêneros cinematográficos, a mostra já selecionou filmes de países como França, Argentina, Alemanha, Coreia do Sul, Chipre e Reino Unido, dentre outros.

“A ideia da mostra é colaborar para formação do “olhar de cinema” dos espectadores catarinense através de um pequeno panorama do cinema mundial. Possibilitar às pessoas o acesso gratuito à títulos contemporâneos que obtiveram premiações importantes em grandes festivais e que trazem temáticas relevantes para a reflexão sobre o momento em que vivemos em todo o globo”, destaca Tailor Morais, um dos idealizadores do projeto.

Mostra Panorama Cine Arte
Idealização, Organização e Produção: Marte Cultural

Seja um Patrocinador
Acessar a página do Projeto no Facebook 
Acessar a página do Projeto no Instagram

 


animadas.jpg

22 de dezembro de 2020

Projeto gratuito exibe sessões de cinema infantil uma vez por mês

Anualmente, o projeto Sessões Animadas promove exibições gratuitas de cinema infantil no Shopping Iguatemi em Florianópolis. Geralmente, o projeto oferece duas sessões mensais, com filmes para curtir em família. As Sessões Animadas começaram em 2015 e hoje são exemplo de democratização da produção cinematográfica e estímulo à cultura já na infância.

Cinema e infância

O projeto surgiu do desejo de ampliar a proposta de democratização do acesso e da diversidade da produção cinematográfica. O ensino da linguagem audiovisual na infância possui efeitos que vão além da formação e cidadania. Repercute na principal atividade artística audiovisual que é de grande importância para o desenvolvimento socioeconômico, à medida que amplia as capacidades criativas e expressivas do indivíduo e estimula a coesão social, sendo uma das formas pela qual a cidadania se expressa. 

Além disso, o cinema é um instrumento de máxima eficiência na formação de cultura, onde é possível que uma sociedade se identifique em suas exibições e agregue novos conhecimentos acerca do seu entendimento de realidade. É devido a estes fatores que o SESSÕES ANIMADAS  propõe o acesso ao cinema gratuitamente, tendo em vista o preocupante dado do IBGE(2008/2009), que aponta apenas 27% da população brasileira como sendo consumidora de produtos culturais e artísticos.

Programação com títulos desejados e sessões fechadas para escolas

A mostra realiza sessões especiais mensais com filmes de grande repercussão na mídia e que tenham sido lançados no máximo dois anos antes das sessões. Além de sessões abertas ao público, o projeto oferece sessões fechadas e com transporte gratuito para crianças da rede pública de ensino de Florianópolis. A ação é feita em parceria com a Secretaria Municipal de Educação e privilegia as escolas municipais de bairros com menor  incidência de eventos culturais na escola. 

Sessões Animadas
Idealização, Organização e Produção: Marte Cultural

Seja um Patrocinador
Acessar a página do Projeto no Facebook 
Acessar a página do Projeto no Instagram